Conheça as possibilidades de atuação do Tecnólogo em Construção de Edifícios

Tempo de leitura: 2 minutos

O que é um tecnólogo? 

 

Antes de aprofundarmos sobre a atuação do tecnólogo em construção de edifícios, vamos considerar um pouco sobre o que essa modalidade tem de benefícios para você que deseja se inserir no mercado de trabalho. 

Na hora de escolher onde você irá atuar e qual curso você vai fazer é importante conhecer o que cada modalidade se propõe para que tome a melhor decisão possível. Certamente, o seu currículo não será o mesmo após um curso superior, muitas oportunidades irão se abrir em decorrência disso. 

Antes de explicar o que cada um significa, é importante que você saiba que ambos são cursos de nível superior. Vamos lá considerar algumas diferenças entre as modalidades tecnólogo e bacharelado? 

Tecnólogo: a principal diferença é o tempo de duração. O curso de tecnólogo tem menor tempo, durando em média de 2 a 3 anos. Além disso, essa modalidade é direcionada para a atuação no mercado de trabalho, ou seja, a sua formação é toda alinhada com as exigências do mercado para que você possa estar preparado para atuar assim que terminar. 

Bacharelado: o tempo de duração na modalidade bacharelado é maior, em média 4 a 5 anos. O bacharel é formado com direcionamento para a pesquisa e extensão, não excluindo o fato de o profissional poder atuar no mercado de trabalho.  

O que faz o tecnólogo em construção de edifícios? 

Agora que você já sabe que um tecnólogo também é uma formação superior, você precisa saber também que esse é um profissional cada vez mais demandado no mercado de trabalho. A expansão das cidades e das áreas comerciais está cada vez mais crescente e o mercado precisa de profissionais prontos para atuar de forma ágil. 

O profissional formado em tecnólogo em construção de edifícios pode atuar: 

– Gerenciamento, planejamento e execução de obras relacionadas a edifícios; 

– Acompanha todas as fases de desenvolvimento do projeto de construção; 

– Planeja e acompanha o uso de recursos com vistas a otimização destes; 

– Controle técnico dos que trabalham na obra; 

– Acompanha os processos de reconhecimento topográfico dos terrenos. 

 – Pode especializar o seu trabalho em uma área, como hidráulica, por exemplo, ou material como concreto, areia, dentre outros. 

 

Essa área, por tem um tempo de formação menor, é muito requisitada para atuar em empresas de fabricação de materiais de construção e também em construtoras para acompanhar o crescimento e construção de obras. 

O que acha de investir nessa área?