Produtividade na graduação: três livros para mudar os seus hábitos e a sua vida

Tempo de leitura: 5 minutos

Ser produtivo significa ter a capacidade de produzir, de realizar e de ter bons resultados. Desse modo, fica evidente que ter um bom nível de produtividade na graduação é um requisito para alcançar resultados incríveis dentro e fora da faculdade. Quer saber mais sobre o tema? Continue lendo este texto e descubra três livros notáveis para a mudança das suas atitudes nos estudos, trabalho e vida pessoal.

 

Produtividade para quem quer ter tempo – Aprenda a produzir mais sem ter que trabalhar mais

A falta de produtividade no dia a dia provoca resultados insatisfatórios para uma pessoa. Com base nessa frase inicial, apresentamos o primeiro livro da lista Produtividade para quem quer ter tempo, de Geronimo Theml. O autor é empreendedor e coach de produtividade.

No livro, Geronimo apresenta quatro tipos de pessoas: vida vazia, arrastador de pedra, ocupado e realizador nível A, além disso, também apresenta quatro elementos da felicidade que estão, de certo modo, relacionados aos tipos de pessoas apresentados. Esses elementos essenciais da felicidade são referentes à realização pessoal, realização profissional, realização financeira e ao equilíbrio.

O livro ensina que, para algumas pessoas, a definição de metas não é sinônimo de realização dessas metas. Para atingir os objetivos estabelecidos para a vida, é necessário ter planejamento, organização, concentração e foco, deixando de lado tarefas que não são importantes para o crescimento e conquista de um objetivo.

Dois fatores apresentados no livro que são prejudiciais para a produtividade são a priorização de tarefas que não têm muita importância ou o excesso de tarefas para cumprir que prejudicam na realização das tarefas diárias. Portanto, deve-se priorizar o que precisa ser feito agora, algumas tarefas podem ser deixadas para depois, sem que isso provoque um problema maior.

Outro ponto destacado por Theml no livro é que ser extremamente ocupado não significa que você está cumprindo tudo que deveria, ou seja, ser ocupado não representa ser uma pessoa produtiva. Para aprofundar mais os ensinamentos, o autor esclarece que as tarefas realizadas diariamente são divididas em tarefas de produção e tarefas de ocupação. Por tarefas de produção, entende-se as tarefas que nos aproximam de nossos sonhos, e por tarefas de ocupação, entende-se as tarefas que, não necessariamente, nos aproximam dos nossos objetivos de vida.

Sem dúvidas, o livro sobre produtividade de Geronimo Theml será decisivo na mudança de sua mentalidade e atitudes, transformando-o em uma pessoa de produtividade nível A e gerando mais resultados satisfatórios e motivação na sua vida acadêmica, profissional, pessoal, financeira, enfim no equilíbrio total dos perfis assumidos por você. Aproveite os ensinamentos e aperfeiçoe a sua produtividade no ensino superior.

 

A arte de fazer acontecer – o método GTD

Quer potencializar a sua produtividade na graduação? Então, fique atento às orientações de David Allen, o autor de A Arte de Fazer Acontecer. Allen é um estudioso da produtividade e criador do método Getting Things Done – GTD, o mesmo nome do livro aqui referido, que recebeu a tradução brasileira de A Arte de Fazer Acontecer.

O sistema criado por Allen, o GTD é referente ao foco em uma tarefa no momento presente, ou seja, à fuga das distrações, por meio do controle dos circuitos abertos. O autor ressalta a importância de saber quais são as tarefas que influenciam negativamente o foco, para, assim, conseguir manter o controle das tarefas que ainda não foram feitas, definindo o momento de sua realização para, finalmente, chegar ao fechamento de um circuito aberto.

O método de David Allen consiste em marcar como possíveis de serem feitas aquelas tarefas que são interessantes, colocando ou não uma data para revisitá-la e cumpri-la, ou eliminar de vez a tarefa, colocando-a definitivamente no lixo. Em síntese, o livro A Arte de Fazer Acontecer ensina o leitor a organizar as suas tarefas diárias, por meio da criação de listas de tarefas, desmembramento das tarefas, revisão da agenda e, principalmente, da mudança de hábitos.

 

Mais rápido e melhor – os segredos da produtividade na vida e nos negócios

No livro Mais rápido e melhor, Charles Duhigg, o mesmo autor do aclamado livro O Poder do Hábito, retorna para falar sobre produtividade, por meio de exemplos de pessoas e empresas, e fundamentado na neurociência, psicologia e economia comportamental.

Duhigg ressalta que a sensação de estar no controle de uma situação e de ser responsável pelas mudanças influenciam positivamente na motivação e, consequentemente, na produtividade.

Segundo o autor, para ser mais produtivo e motivado, enfrentar e controlar o estresse da tomada de decisões e manter o foco diário, é preciso olhar o mundo de uma maneira diferente. Só assim será possível fazer escolhas acertadas, cumprir metas e ser, verdadeiramente, mais produtivo.

Aproveite os ensinamentos deste e dos dois livros acima para aprimorar a sua produtividade no ensino superior. Boas leituras!

 

E você, caro leitor e estudante, está animado agora para rever e modificar os seus hábitos improdutivos? Deixe o seu comentário, compartilhe o texto com seus amigos e tenha mais produtividade na graduação!