Vergonha de apresentar trabalhos na sala de aula e em eventos

Tempo de leitura: 1 minuto

Não são todas as pessoas que têm facilidade para falar em público, algumas delas driblam o medo ou vergonha evitando comparecer a lugares lotados ou utilizando outras pessoas para falarem em seu lugar.

Todavia, tais estratégias se aplicadas na faculdade, quando o estudante tem medo ou vergonha de apresentar trabalhos na sala de aula e em eventos, trazem resultados insatisfatórios, pois essa exposição é necessária para a obtenção de um conceito avaliativo.

Quando o estudante evita falar ou foge no dia da apresentação, seu rendimento acadêmico é afetado e o professor não tem como atribuir uma nota a ele.

 

Ter um pouco de ansiedade antes de uma apresentação de trabalho ao público é normal, perante a impossibilidade de saber como a plateia reagirá e se tudo o que precisa ser falado vai ser lembrado ou não. Entretanto, existem pessoas que ultrapassam os níveis e têm crises de ansiedade e insegurança.

Os sintomas dessas crises podem ser sentidos semanas ou dias antes da apresentação do trabalho ou no dia e no momento marcado. Alguns dos sintomas são: dores de barriga, insônia, mãos trêmulas e geladas e voz oscilante.

Treinar a apresentação do trabalho com antecedência na frente do espelho, de familiares ou amigos, dormir cedo antes do dia e controlar a respiração são sugestões para evitar a ocorrência de crises de ansiedade, insegurança e vergonha.

Para quem sofre constantemente com essas crises, é aconselhável procurar um psicólogo para encontrar soluções e acabar, ou pelo menos controlar, o medo e a vergonha de apresentar trabalhos em público.

 

Quais são as estratégias que você usa para driblar a ansiedade antes de uma apresentação de trabalho? Conte-nos!